Tratamento da dor

4 maio 2016
Dr. Tiago Freitas realiza implante do primeiro neuroestimulador espinhal tipo BURST no país

Dr. Tiago Freitas realiza implante do primeiro neuroestimulador espinhal tipo BURST no país

A estimulação em BURST é uma nova forma de implante de neuroestimulador medular disponível para os pacientes com dor crônica que têm indicação de implante de marcapasso medular para o tratamento da dor.    Diferente da estimulação atualmente disponivel(chamada de estimulação convencional ou tônica) o BURST quase não causa ao paciente sensações […]
4 abril 2016

Cirurgia para Neuralgia do Trigêmeo

A neuralgia do trigêmeo provoca uma dor ancinante na metade do rosto, tem curta duração e pode ser desencadeada por estímulos como o vento, escovar os dentes, alimentar-se ou mesmo tocar a face. Pacientes relatam a dor como choque, pontada ou agulhada e é de tal forma intensa que freqüentemente […]
28 março 2016

Espasticidade – Causas e Tratamentos

Espasticidade é uma desordem motora que cursa com o aumento involuntário do tônus muscular e dos tendões (os tecidos flexíveis que conectam as articulações aos músculos). Na espasticidade os músculos deixam de obedecer o correto comando do cérebro e se tornam hiperativos, com contrações anormais e muitas vezes sustentadas e […]
26 março 2016
transtornos psiquiátricos e cirurgia

Correio Braziliense – Reportagem sobre transtornos mentais com Dr. Tiago

Reportagem feita com Dr. Tiago Freitas pelo Correio Braziliense sobre transtornos mentais e neurocirurgia funcional: Tratar doenças psicológicas ainda é uma questão polêmica. Mesmo com medicamentos, terapia e autocontrole, alguns pacientes não respondem aos estímulos — e, portanto, não apresentam melhora alguma. Esses casos extremos representam de 10% a 15% dos indivíduos […]
25 março 2016
tratamentos cirurgicos da dor oncológica

Dor oncológica: Tipos e tratamentos

Aspectos gerais Dor é um sintoma extremamente frequente nos pacientes com câncer. Manifesta-se em 30-70% dos doentes em todos os estágios da doença, estando presente em 70-90% nos pacientes com histórica de doença avançada, sendo muito intensa em 25-30% dos doentes. A ocorrência varia de acordo com o órgão que […]